Lucas Lucco volta a desabafar sobre crise de depressão: ‘Até hoje tomo remédios’ - ® Mazinho CDs - O melhor site de Sergipe® Mazinho CDs – O melhor site de Sergipe


»Lucas Lucco volta a desabafar sobre crise de depressão: ‘Até hoje tomo remédios’

23/04/16 - Publicado por: Mazinho =) ás 8:24:28

O cantor Lucas Lucco voltou a comover suas fãs nas redes sociais neste fim de semana. O sertanejo voltou a desabafar em um post emocionado no perfil do SnapChat. O músico afirmou que ainda faz uso de remédios, mas que aos poucos vem reduzindo a quantidade de medicamentos.

“Eu tomei remédios bastante tempo e até hoje tomo alguns, mas estou parando aos poucos. Foi um momento muito difícil para mim, meus pais e minha família. Sempre trabalhei muito, tinha mais de 25 shows por mês, comecei a gravar “Malhação”, que é uma coisa que eu amo fazer, assim como cantar”, disse ele.

Lucas disse ainda que se preocupa muito com as pessoas ao seu redor, e isso acaba aumentando os problemas, que por sinal ele preferiu não revelar quais seriam. “Eu carrego o mundo inteiro nas costas, sozinho. Isso começou a ficar mais complicado e aconteceram coisas que me deixaram triste do nada. Eu não conseguia sair de casa, faltei gravação e não fui a um show em Curitiba. Eu fiz alguns shows com muita dificuldade mas, no palco, eu era o mesmo. Não podia transparecer isso. As pessoas que vão no show querem ter alegria”, desabafou.

“O meu trabalho é como qualquer outro. Um médico, por exemplo, não pode levar problemas para a o consultório. Hoje eu posso ver de fora e falar sobre a depressão e a síndrome do pânico. É uma das piores doenças que existem, uma ferida que você não consegue ver, e nem as outras pessoas. Ela está dentro de você. Pode parecer frescura, mas é uma dor muito grande, além do medo de morrer”, completou.

Ainda na mensagem, o sertanejo relembrou a polêmica quando foi criticado por uma prima depois de publicar uma foto com o avô. A moça acusou o artista de estar usando a doença do familiar para se promover. No desabafo, Lucas afirmou que isso piorou sua situação. “Isso me deixou pior do que eu estava. Na minha fase mais difícil, me julgaram. O meu avô é o cara que eu mais amo no mundo inteiro. Eu não o vejo desde aquele dia, e isso me sufoca. Meu avô sustenta a minha fé, mesmo estando longe. Se hoje eu não bebo nem fumo para seguir os passos dele”, finalizou.

FONTE: http://chinacds.not.br/